Notícias

Professora morre após ser abusada, detalhes do crime são expostos e causam revolta

Cleonice Antônio Santos, uma professora aposentada, morreu em 15 de agosto depois de ter sido abusado.

De acordo com relatórios iniciais da polícia, o crime ocorreu na cidade de São Vicente, localizada no litoral do estado de São Paulo.

Também segundo a polícia, o principal suspeito no crime é o namorado de Cleonice, Antonio, que estuprou o professor com uma vassoura.

Cleonice tinha parte de seu intestino grosso perfurada pelo objeto, o que causou uma infecção generalizada. O namorado do professor foi identificado como Manoel Acácio, e foi ele quem deixou Cleonice em uma unidade de saúde e depois foi embora, deixando-a sozinha e em sérias condições.

Manoel disse à filha da vítima que Cleonice estava se sentindo mal e a levou para o hospital, quando a polícia foi informada do estado de saúde de Cleonice e uma equipe foi à casa do professor.

Na casa de Cleonice, a polícia encontrou um lençol com manchas de sangue, que foi coletado e enviado para a perícia.

Professora morre após ser abusada, detalhes do crime são expostos e causam revolta

A família do professor também acredita que Manoel é o perpetrador; ele vivia com Cleonice há cerca de sete meses. Quando a professora foi internada no hospital, ela foi levada para cirurgia, seu abdômen foi aberto para encontrar os ferimentos causados pelo abuso, mas ela não resistiu e morreu.

Veja também: Aos 87 anos, desempregado e longe da Globo, Renato Aragão comove ao anunciar nova profissão: ‘Começar de novo’

Marcos Alexandre Alfino, o policial encarregado do caso, disse que o caso está sendo tratado atualmente como um homicídio.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo