Notícias

OAB confirma morte de advogado que entrou armado em ressonância magnética

Foi confirmado, nesta segunda-feira (06), a morte do advogado Leandro Mathias. O caso de Mathias ficou conhecido em todo o Brasil no mês passado, quando o advogado foi atingido por um disparo de sua própria arma de fogo.

Leandro estava acompanhando a mãe em uma clínica, onde ela faria um exame de ressonância magnética. O advogado entrou na sala com a arma junto ao corpo e acabou sendo atingido pelo disparo.

Segundo informações da clínica em questão, ambos, Leandro e a mãe, foram informados sobre a recomendação de retirar todos os objetos metálicos do corpo. O advogado, inclusive, chegou a assinar um termo de ciência.

Ainda segundo a clínica, o advogado não citou estar com a arma antes de entrar na sala. Durante o exame, o efeito magnético da máquina acabou provocando o disparo da arma, que atingiu a região abdominal do advogado.

A confirmação da morte do advogado foi feita pela OAB-SP. “É com profundo pesar que a OAB Cotia comunica a todos os colegas advogados a perda inesperada do nosso querido amigo e advogado. Lamentamos a perda e nos solidarizamos com a família neste momento de dor”, diz a nota.

De acordo com a polícia, Leandro entrou na sala de exame com uma pistola, 30 munições e pente extra. Ainda segundo as informações, por pouco, funcionários não foram atingidos.

Leandro era defensor de políticas armamentistas e defendia o porte de arma para a população civil.

Botão Voltar ao topo