Notícias

Morre atriz Elizângela aos 68 anos de idade

O mundo do entretenimento brasileiro está de luto com a notícia do falecimento da renomada atriz Elizângela do Amaral Vergueiro, popularmente conhecida como Elizângela. Aos 68 anos, ela nos deixou na sexta-feira (3) em Guapimirim, no estado do Rio de Janeiro, após uma parada cardiorrespiratória, como informado pela prefeitura local. Sua carreira brilhante e seu talento inegável a tornaram uma das atrizes mais queridas e respeitadas do Brasil.

Elizângela conquistou o coração do público com suas atuações memoráveis em diversas produções, incluindo novelas de sucesso como “Força do Querer” e “A Dona do Pedaço”. Sua habilidade de dar vida a personagens complexos e emocionantes cativou telespectadores de todas as idades. Seu legado artístico permanecerá vivo nas lembranças dos fãs e na história da televisão brasileira.

A notícia da morte da atriz foi recebida com tristeza em Guapimirim, onde Elizângela foi atendida no Hospital Municipal José Rabello de Mello. Apesar dos esforços das equipes do SAMU e dos profissionais de saúde no hospital, infelizmente, ela não resistiu. Esta não foi a primeira vez que Elizângela precisou de cuidados médicos em Guapimirim. Em 2022, ela foi internada em estado grave devido a complicações respiratórias decorrentes da Covid-19. Na ocasião, ela chegou ao hospital em condições preocupantes e, por pouco, não precisou ser intubada.

É importante mencionar que Elizângela era conhecida por sua postura firme contra a vacinação. Ela optou por não receber nenhuma dose do imunizante, uma decisão que levanta questões sobre a importância da conscientização sobre a vacinação e seus benefícios para a saúde coletiva.

Apesar de suas crenças pessoais, o legado de Elizângela na indústria do entretenimento brasileiro é inegável. Sua paixão pela atuação e seu comprometimento com seus papéis deixaram uma marca indelével na televisão e no cinema do país. Sua ausência será profundamente sentida por colegas de trabalho, fãs e todos aqueles que admiravam seu talento.

Neste momento de tristeza, é importante lembrar e celebrar a contribuição significativa que Elizângela fez para a cultura brasileira. Seu trabalho continuará inspirando gerações futuras de artistas e entusiastas do mundo do entretenimento.

Que sua alma descanse em paz, e que sua memória seja honrada através das emoções que ela despertou em seus admiradores ao longo dos anos. Elizângela deixou um vazio irreparável na indústria do entretenimento, mas seu legado artístico continuará brilhando, iluminando o caminho para muitos outros talentos emergentes que buscam seguir seus passos e deixar sua própria marca no mundo.

Trajetória
Elizangela do Amaral Vergueiro nasceu em 11 de dezembro de 1954 no Rio de Janeiro, filha do executivo Emílio do Amaral Vergueiro e da dona de casa Rosalinda da Mata Resende Vergueiro. Começou a trabalhar como atriz aos 7 anos de idade, na TV Excelsior, fazendo comerciais ao vivo. Descoberta por um produtor da emissora, foi chamada para estrelar o programa de entrevistas ‘A Outra Face do Artista’, também ao vivo. No mesmo canal, participou ainda do telejornal vespertino ‘Jornal Infantil Excelsior’ e do programa de variedades ‘Futurama’ – todas atrações ao vivo. Aos 10 anos, apresentava o programa de auditório ‘Essa Gente Inocente’, atração com crianças exibida horário nobre.

Botão Voltar ao topo