Notícias

Corpo de João Carreiro é enterrado em cemitério de Cuiabá

O corpo do cantor sertanejo João Carreiro foi enterrado, na manhã desta sexta-feira (5), no cemitério Parque Bom Jesus, em Cuiabá. O enterro começou por volta de 11h. João Carreiro morreu, aos 41 anos, após uma cirurgia para colocar válvula no coração.

Por volta de 10h30, o corpo foi levado do Ginásio Aecim Tocantins ao cemitério pelo Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

O pai do artista, João Sérgio Batista Correia, disse que fica muito feliz pelo filho ser muito querido pelas pessoas.

“É um momento de tristeza, mas do outro lado, sabendo que essa vida é uma passagem, eu estou muito feliz de saber a qualidade que tem meu filho pelo povo cuiabano e pelo Brasil inteiro. Na hora que a gente entristece, vem aquela emoção e as pessoas aplaudindo, rezando e elogiando o João Carreiro. Então eu como pai tenho que ficar feliz porque a tristeza, Deus tem que levar de nós”, disse.

O cantor foi velado, pela segunda vez, nesta quinta-feira (4), no Ginásio Aecim Tocantins, na capital, que é a cidade natal do cantor. O corpo do artista chegou na capital mato-grossense por volta de 14h (horário de Mato Grosso). O velório ficou aberto ao público a noite inteira.

Além do chapéu, que era uma “marca registrada” do sertanejo, também foi colocado sob o caixão do artista, uma bandeira do Corinthians, time do coração de João. Inúmeros admiradores foram ao local para dar o último adeus ao cantor.

A esposa de João, Francine Caroline, estava no local e recebeu apoio de amigos e familiares do artista.

O primeiro velório aconteceu na Câmara Municipal de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, às 7h. O cantor estava internado em um hospital de Campo Grande para realizar um procedimento cirúrgico.

Antes da cirurgia, ele gravou um vídeo dizendo que ficaria uns dias afastado das redes sociais para cuidar da saúde.

Na manhã de quarta-feira (3), Francine publicou um vídeo nas redes sociais afirmando que o cantor já estava no centro cirúrgico. Durante a tarde, ela postou uma nova mensagem, dizendo que o coração de João já estava funcionando sozinho com a nova válvula e que a cirurgia estava sendo finalizada.

Horas depois, Francine postou um texto pedindo orações para o cantor. Já na madrugada, ela escreveu: “Minha vida me deixou”.

Durante o segundo velório do artista, que foi realizado no Ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá, muitos amigos, familiares e fãs aproveitaram para prestar uma última homenagem ao artista.

Muito emocionada, a fã Milena Vivian, de 22 anos, que foi até o ginásio para prestar uma última homenagem ao ídolo, disse que tinha o artista como referência no universo da música sertaneja.

“Eu sou apaixonada pela viola caipira por conta dele, foi uma perda gigantesca. Eu trouxe um chapéu porque era o que mais me chamava atenção quando eu via ele, além da risada dele que era única”, disse Milena.

O jovem Mateus dos Santos, de 16 anos, que também foi ao velório de Carreiro, se diz um grande apaixonado pela música sertaneja raiz e levou consigo uma viola como forma de homenagem ao ídolo. Segundo ele, o artista foi uma das principais referências no despertar do interesse pela música.

“Estou muito triste, infelizmente nós perdemos uma grande estrela e referência da música raiz. De maneira nenhuma eu viria aqui e deixaria de trazer a viola”, disse.

https://youtu.be/lZSg9qR68yY

O cantor Capataz, antiga dupla do sertanejo, publicou uma foto com a filha ainda criança e João, na legenda escreveu: Deus sabe o meu coração… vá em paz, João. Deus conforte sua família e te receba de braços abertos.

A cantora Ana Castela publicou uma mensagem lamentando a morte de João Carreiro e fez uma referência a um show que ele fez em Sete Quedas (MS), no dia 30 de dezembro.

Botão Voltar ao topo